quinta-feira, 31 de março de 2011

Princípios de Exortação

MATEUS 18:15-17
Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, ganhaste a teu irmão;
Mas, se não te ouvir, leva ainda contigo um ou dois, para que pela boca de duas ou três testemunhas toda a palavra seja confirmada.
E, se não as escutar, dize-o à igreja; e, se também não escutar a igreja, considera-o como um gentio e publicano.

Muitos de nós não respeitamos esse processo de exortação, quando somos atingidos pela atitude de algum irmão, a primeira atitude correta a ser tomada seria dirigir-se à ele, mas a fofoca tem reinado no círculo de amizades.
"Me contaram que ficaram sabendo pelo fulano que viu a tia do primo de um vizinho conversando com a cunhada do irmão sobre o pecado de alguém".
Esse discurso é muito comum, mas a bíblia é muito clara... se viu o irmão pecar, deve dirigir-se a ele e exortá-lo. Não tem meio termo. No final da história, talvez a pessoa que pecou o fez sem má intenção, e por não ser exortado é bem capaz que ele volte a pecar até que alguém diga que ele está errado. Viu o irmão pecar, fale DIRETAMENTE com ele. O passo-a-passo está explicado nos versículos acima... é só praticar.
Esse capítulo 18 de Mateus é muito bom. Recomendo sua leitura por inteiro.

Fiquem com Deus

sábado, 26 de março de 2011

Amando o irmão "insuportável"
























O amor ágape é o de Deus por todos, sem exceções. Leandro Teixeira fala muito bem sobre isso em seu blog: http://liberdadeepensar.blogspot.com/2007/10/tipos-de-amor-vamos-entender-melhor-o.html, segue abaixo um trecho da sua postagem sobre amor:
A ilustração clássica desse tipo de amor encontra-se na história do bom samaritano (Lucas 10:29–37), que é contada para ilustrar o amor (agape) ao próximo (v. 27). Quando o samaritano olhou para o homem ferido e sangrando, não houve atração física (eros). O homem que havia sido açoitado não era um ente ou conhecido querido; os judeus e os samaritanos se odiavam(não tinham amor storge). O homem deixado à beira da estrada não era um amigo; ele não tinha nada para oferecer; não havia possibilidade de ação recíproca (philos). Qual seria a única motivação possível para o viajante ajudá-lo? Ele era um semelhante, um ser humano e o bom samaritano disse, em outras palavras: “Por isso eu vou ajudá-lo”. Isto é amor agape.
Esse tipo de amor não é alimentado pelo mérito ou valor da pessoa amada, mas por Deus. Ágape ama até mesmo quando a pessoa amada não é amável, não tem muito valor, não corresponde. Esse amor não é egoísta, não busca a própria felicidade, mas a do outro, a qualquer preço. Não dá 50% para receber 50%; dá 100% e não espera nada em troca.
Há quem diga: “Mas isto não é possível, não é humano!” Tem razão. Ninguém pode amar desse jeito... a menos que Deus lhe dê esse tipo de amor. Ágape é amor divino! Jesus e os apóstolos usaram este substantivo (e o verbo correspondente) quando se referiram ao amor de Deus. Veja estas passagens: Jo 3.13; Rm 5.8; I Jo 4.8-10.

Tenho aprendido sobre amor que precisamos procurar ALGO para amar em cada pessoa, porque em nossa formação humana somos marcados por pedaços da cultura do país, da educação da família, do influência do meios de comunicaçãos, dos ensinamentos na igreja, enfim, possuímos personalidades ímpares, cada ser humano é único. Possuir marcas iguais e adquirir uma afinidade maior com um ou outro irmão não é pecado, é comum, mas não deve-se discriminar, por outro lado, aquele que aparentemente não possui "marcas" semelhantes às suas, porque esse não é o amor Ágape. Como resolver esse dilema?

Estou procurando em cada pessoa um assunto em comum, uma área de conhecimento, um estilo de música, um livro preferido da bíblia, uma marca de roupa (estou apelando mesmo! kkk), procurando qualquer mínimo detalhe que proporcione a comunhão, onde pode-se interagir e ajudar-se até em alguma ocasião. Até as pessoas consideradas as mais "insuportáveis" podem estabelecer uma conversa amigável e uma amizade sob essas condições. É possível sim amar a T-O-D-A-S as espécies de gente. Suportar é preciso, sempre em amor. Mesmo que seja preciso sacrificar, posteriormente, sentirá a recompensa:

"Mas nós, que somos fortes, devemos suportar as fraquezas dos fracos, e não agradar a nós mesmos". Romanos 15:1

Pense hoje naquele irmão que tira você da "graça"... rsrsrs... Há entre vocês já uma coisa que os une, o fato de servir a Jesus. Procure as "marcas", os gostos, as semelhanças, mas nunca deixe de lutar pela comunhão e pela paz entre os irmãos.

Fiquem com Deus

A Metáfora dos Gatos =* (para adolescentes)

E aí, você é um gatinho ou uma gatinha? Está interessado em alguém dessa espécie? Você seleciona felinos para o namoro ou procura outras características além da beleza?

Há alguns meses atrás o Senhor me dispertou para escrever essa mensagem. Levantei três horas da madrugada e fui pro banheiro com um pedaço de papel e uma caneta. Quem são nossos gatinhos e gatinhas?

Nossa caminhada como cristão é uma estrada estreita:

"Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; Mateus 7:13"

Nosso caminho é um fio tecido através da "santidade como estilo de vida" que te liga direto à Deus, e esse fio não deve ser cortado, danificado, muito menos desconectado.
Porém, com uma frequência muito grande, o inimigo tem oferecido aos nossos adolescentes e jovens várias opções erradas que distanciam da ligação com Deus, e muitos tem caído na onda de que podem fazer um "gato" nesse fio e usar um pouco de sua vida que era integralmente dedicada ao Pai para fazer outras coisas, acham que podem desviar um pouco de seu tempo, um pouco de sua energia sem perder a ligação com Deus. E digo ainda que temos desviado mais energia para as obras da carne do que para os do espírito, alguns até se desconectaram, ligaram-se ao mundo e as vezes fazem um "gato" pra dar um pouquinho de seu tempo pra Deus.

Peço ajuda aos universitários nesse momento, mais precisamente aos físicos: Será que um "gato" num fio pode atrapalhar o perfeito funcionamento do mesmo??

A resposta é : http://noticias.r7.com/sao-paulo/noticias/-gato-em-fiacao-eletrica-pode-ter-causado-incendio-em-favela-de-sao-paulo-20091012.html .... SIM, PODE CAUSAR MUITO MAIS PREJUIZO DO QUE SE IMAGINA...

Pra você que já está com a vida mais ou menos como os postes das favelas:

....VAI A DICA:
A caminhada na vida Cristã é extremamente emocionante! Passamos por provações e vitórias, descobrimos o amor de Deus por nós a cada dia, aprendemos com os grandes profetas e com as ricas palavras vivas que vemos na bíblia se cumprindo ainda em nossos dias, entramos em contato com o sobrenatural de Deus e a maravilhosa intimidade que há em pertencer à Ele.

Não há droga, não há programa mundano na televisão, não há baile funk, não há namoro mundano, NÃO HÁ ABSOLUTAMENTE NADA que seja melhor, que proporcione maior viagem ou prazer do que manter uma ligação direta com Deus, manter o seu caminho livre de gatos, o fio inteiro em perfeito estado, e quando perceber qualquer arraião ou pequeno corte, corra imediatamente para o arrependimento e perdão, o reconhecimento e a busca pelo concerto, pelo renovo, o retorno para o caminho que Noé trilhou: Ele andava com Deus.

Fiquem com Ele...

terça-feira, 22 de março de 2011

A coragem de Jó... você tem?

JÓ 31: 5-8
5-Se andei com falsidade, e se o meu pé se apressou para o engano
6-(Pese-me em balanças fiéis, e saberá Deus a minha sinceridade),
7-Se os meus passos se desviaram do caminho, e se o meu coração segue os meus olhos, e se às minhas mãos se apegou qualquer coisa,
8-Então semeie eu e outro coma, e seja a minha descendência arrancada até à raiz.

Estou extremamente impressionada com a coragem de Jó, já a muito tempo eu tinha lido essa passagem, mas pensava que eu jamais teria tanta segurança como ele para dizer a Deus que me pese, afinal, somos tão pecadores e erramos tanto! Em que momento então eu teria sinceridade suficiente para fazer esse desafio à Deus?
Foi um processo longo de (de)formAÇÃO, e escrevo assim porque é preciso passar por um processo de formação onde deve-se permitir que Deus esteja agindo em nossas vidas para se chegar a estatura de varão perfeito mesmo que deformando-se. Eu demorei muito, mais finalmente entendi que esse varão perfeito não é o que não comete absolutamente nenhum mínimo pecado, mas sim, o que reconhece e se arrepende de todas as suas falhas, sendo um eterno sedento na busca pela santidade e sempre perdoador, reconhecendo também a possibilidade do seu semelhante errar. Por isso, como vaso nas mãos do oleiro temos que estar a disposição de Deus para a mudança do pensamento, não seguindo as nossas próprias conclusões advindas do pobre raciocínio humano, mas buscando em todo tempo falar com Deus e ouvir as orientações na palavra, nas pregações, nos louvores, nos sonhos, nas profecias, e nos demais infinitos meios que Deus encontra para falar com o homem, porque costumamos ser muito difíceis na hora de ouvir e obedecer... Aí Deus precisa ser criativo e quase desenhar para nós o que Ele preparou para nossas vidas, e é claro, é sempre o MELHOR o que Ele escolhe para nós.
Quem somos nós para alcançarmos a sabedoria de Deus? Você quer um presente que Deus comprou pra você ou aceita alguma lembrancinha que eu comprar??? Como comparar o amor de Deus e sua soberania com nosso pobre entendimento humano, falho, pecaminoso e facilmente influenciável?
Depois desse processo de deformação do vaso e reconstrução conforme a orientação de Deus, pude enfim, encontrar circunstâncias de provação na qual estava plenamente consciente dos meus erros, das minhas falhas, disponível para pedir perdão de coração aberto e até mesmo disponível para ser julgada publicamente com justiça. Foi nesse momento de reconhecimento pleno da minha condição humana que vi o tamanho de Deus. Percebe-se então que Deus vê todos os seus passos, e finalmente, pode-se dizer de boca cheia que o Senhor pode te pesar e encontrará um coração sincero.
É um privilégio, uma sensação maravilhosa. Mas obviamente, não é pra qualquer um, porque muitos quando reconhecem que foram sinceros perante Deus em uma ou outra situação querem ter o prazer de estufar o peito e se orgulhar de reconhecer seus erros, o que foge a Humildade que Jesus ensinou, e além disso, reconhecer que pecou não é mais do que a nossa obrigação.
Importante mesmo é buscar o concerto, refazer a aliança, endireitar o caminho, reestabelecer a comunhão. Hoje mesmo você pode renovar sua amizade com Deus. Não deixe pra amanhã.
Fiquem com Ele.

quinta-feira, 17 de março de 2011

Exortar o sábio e o escarnecedor

PROVÉRBIOS 9: 6-10

6 - deixai os insensatos e vivei; e andai pelo caminho do entendimento.

7 - O que repreende o escarnecedor, toma afronta para si; e o que censura o ímpio recebe a sua mancha.

8 - Não repreendas o escarnecedor, para que não te odeie; repreende o sábio, e ele te amará.

9 - Dá instrução ao sábio, e ele se fará mais sábio; ensina o justo e ele aumentará em doutrina.

10 - O temor do SENHOR é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo a prudência.

Se por um lado a bíblia nos ensina a exortar(exortar significa "trazer para si") os nossos irmãos que pecam, os versículos de provérbios mostrados acima relatam como é difícil repreender o que peca, porque sendo ele já um escarnecedor dificilmente tem sabedoria para aceitar o conselho, para reconhecer o erro e se concertar. Antes, é mais fácil revoltar-se contra quem tenta mostrar que ele está errado, porque não há nessas pessoas humildade, além de que não observam as leis de Deus e já estão em si próprias condenadas. Temos que tomar cuidado com quem nós falamos e como falamos, no entanto, quem pecar ainda é pedra de tropeço dentro de um grupo, ministério, e quando há conhecimento e prova de que existe esse comportamento errado deve-se sim estudar a solução adequada, a qual a frase : "dar trabalho a quem te dá trabalho" nem sempre é a melhor opção. Porque para fazer a obra de Deus, para estar a frente de um trabalho na igreja sendo responsável pela orientação dos demais não pode ser alguém que não siga os preceitos da igreja, ao contrário, precisa ser um exemplo. Por isso, quando há conflito entre escarnecedores com outros irmãos, por mais que pareça injusto, torna-se mais fácil convencer aquele que é sábio a se curvar e pedir perdão em busca de uma resolução amigável do problema mesmo que ele tenha toda razão do que tentar repreender o insensato.

Portanto, quando sentir-se injustiçado, lembre-se que o sábio pode pedir perdão e aceitar qualquer circunstância. Seja o sábio quando for repreendido, não faça o papel do escarnecedor. Lembre-se também que os humilhados serão exaltados... Fique com Deus

quinta-feira, 10 de março de 2011

Backgrounds para Easyworship


Para as igrejas que ainda não usam, eu recomendo. É um programa que junta imagens, vídeos, power point's, as letras dos hinos, a bíblia e muito mais tudo num lugar só. Facilita muito a vida de quem manuseia o datashow. Para os que já se aventuram com o programa, tenho alguns backgrounds legais:






Eu tenho muitos, se alguém precisar de algum tema específico é só pedir. Assim que tiver tempo e que minha internet estiver de bom humor eu passo aqui deixando mais backgrounds... Abraços.